conta no estrangeiro

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Como abrir uma conta no estrangeiro: guia prГЎtico

Abrir uma conta no estrangeiro nГЈo Г© difГ­cil, mas hГЎ regras a cumprir. No entanto, tambГ©m hГЎ leis que o protegem, por isso convГ©m conhecГЄ-las.

Desde que a Europa se fundou com fronteira comum que o princípio de todos os países da União passou a ser o da mobilidade e o da liberdade de circulação. Este princípio, contudo, foi, durante muito tempo, apenas teórico, não sendo aplicado a várias situações do dia a dia. Abrir uma conta no estrangeiro, por exemplo, era um processo burocrático lento e cheio de artimanhas que deitava por terra muitos planos de emigração e fazia muitos clientes perderem bastante dinheiro.

As novas regras da União Europeia em relação ao sistema bancário vieram, contudo, mudar o jogo. Ao contrário do que acontecia até aqui, os cidadãos da União Europeia passaram a ter um tratamento igual em qualquer banco do espaço europeu, e isso facilitou muito a maioria dos processos internacionais.

Abrir uma conta no estrangeiro Г©, agora, um processo relativamente simples, quase tГЈo simples como abrir uma conta num banco sediado em Portugal. No entanto, continuam a existir algumas regras essenciais que tem mesmo de conhecer para entender como tudo decorre.

A boa notГ­cia Г© que tambГ©m hГЎ leis que nasceram para proteger os clientes, e isso traz mais transparГЄncia a todo o negГіcio com bancos estrangeiros. TambГ©m vamos explicar-lhe quais sГЈo.

PorquГЄ abrir uma conta no estrangeiro?

HГЎ muitos motivos que podem levГЎ-lo a abrir uma conta no estrangeiro: pode ir viver para outro paГ­s (de forma temporГЎria ou permanente), querer ajudar um familiar que lГЎ vive ou simplesmente confiar mais num sistema bancГЎrio para lГЎ da nossa fronteira.

Quais as vantagens de ter uma conta noutro paГ­s?

Abrir uma conta no estrangeiro Г© uma forma de ter o seu dinheiro por perto no caso de se mudar de armas e bagagens para fora de Portugal. AlГ©m disso, viver noutro paГ­s enquanto mantГ©m o dinheiro num banco portuguГЄs significa pagar taxas: taxas para levantar dinheiro, taxas para usar o cartГЈo de dГ©bito, taxas para usar o cartГЈo de crГ©dito.

As operações bancárias realizadas fora do país onde está sediado o seu banco implicam a comunicação entre o seu banco e o banco que assegurou a operação, e isso custa recursos a ambas as instituições. Como banco nenhum está no mercado para perder, alguém vai ter de cobrir esses custos… e esse alguém é o cliente.

Ao abrir uma conta no estrangeiro, pode usar os cartões normalmente nesse país e só paga as taxas normais estipuladas pelo banco para os clientes regulares – e isso já o faz poupar um valor significativo.

TambГ©m pode acontecer que o sistema bancГЎrio dos outros paГ­ses seja melhor que o nosso: porque paga menos taxas, porque as contrapartidas sГЈo melhores do que as oferecidas pelos bancos sediados em Portugal ou atГ© porque os bancos estrangeiros sГЈo financeiramente mais sГіlidos e o fazem recear menos uma falГЄncia-surpresa. Nestes casos, abrir uma conta no estrangeiro significa deixar o seu dinheiro a salvo.

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Como abrir uma conta no estrangeiro?

Abrir uma conta no estrangeiro, desde que não saia do espaço da União Europeia, é como abrir uma conta em Portugal: procura a instituição bancária, pede para se tornar cliente e preenche os formulários para entregar juntamente com documentos de identificação pessoal.

Deve ter em conta, no entanto, que diferentes bancos em diferentes países podem exigir documentos diferentes para abertura de conta – e alguns podem mesmo exigir-lhe prova presencial de identidade, obrigando-o a viajar até ao país de destino do seu dinheiro para poder abrir uma conta.

Uma vez escolhido o banco, deve informar o seu banco atual da intenção de transferir o dinheiro para lá, se essa for a sua vontade. A partir daqui, é de lei que o seu banco colabore e não crie impedimentos à transferência.

Quais sГЈo os seus deveres ao abrir uma conta no estrangeiro?

Para abrir uma conta no estrangeiro tem de garantir que cumpre todos os requisitos legais previstos na lei desse país. É obrigatório que preencha todos os documentos e assegure que nenhuma regra é quebrada, caso contrário pode deixar o seu dinheiro “preso”: fora do seu banco português, mas ainda não disponível no seu banco estrangeiro por incumprimento legal.

Do lado de cá da fronteira, tem obrigação de informar o seu banco da intenção de transferir todo o dinheiro para fora de Portugal. Também vai ter de dizer à instituição de que banco vai passar a ser cliente, porque o processo exige que ambas as partes entrem em comunicação uma com a outra.

Quais sГЈo os seus direitos ao abrir uma conta no estrangeiro?

Antes de mais, a lei existe para lhe garantir a maior transparência possível nos processos bancários internacionais. Se vai mudar o seu dinheiro para um banco dentro da União Europeia, tem de ser informado de tudo o que acontecer durante o processo – incluindo sobre a informação que o seu banco atual e o seu futuro banco trocam entre si.

Na prática, isto quer dizer que o seu banco vai ter de comunicar-lhe a si e ao banco de destino todas as transferências a crédito (ou seja, todo o dinheiro que entrou) na sua conta nos últimos 13 meses. Paralelamente, tem de seguir outra comunicação de todas as transferências a débito (pagamentos programados e únicos) que ocorreram no mesmo período.

No fundo, o que a lei diz é que o cliente tem de estar sempre a par de tudo o que se diz sobre ele. Se o banco de origem dá uma informação ao banco de destino, o cliente tem de saber.

Além do direito à transparência da comunicação entre bancos, o cliente tem ainda direito à transparência do negócio com o banco de destino, isto é, tem de ser antecipadamente informado sobre todas as taxas, custos e comissões que terá de pagar quando abrir uma conta no estrangeiro. Esta lei existe para que não haja surpresas negativas: por exemplo, para que não descubra que afinal terá de pagar mensalmente uma taxa que o banco não lhe referiu porque não é cobrada pelo banco mas por outro qualquer sistema de regulação bancária.

Finalmente, a lei garante aos cidadãos da União Europeia a igualdade de tratamento em todas as instituições bancárias, isto é, nenhum banco pode recusar tê-lo como cliente com base na sua nacionalidade.

Isto não significa, todavia, que o banco é obrigado a aceitá-lo. O banco ao qual pede para abrir uma conta pode, sim, recusar o seu pedido – mas tem de justificar a decisão com um documento oficial onde atesta as justificações. Essas justificações têm de ser comerciais – por exemplo, o banco pode recusá-lo por entender que tem mais débitos do que créditos e por isso se prevê que tenha um saldo constantemente negativo, dando-lhe prejuízo -, e nunca podem ser discriminatórias.

Se receber uma recusa de um banco estrangeiro e entender que a justificação apresentada no documento oficial não é válida, pode encaminhar o caso para as autoridades e acusar a instituição de o discriminar com base na sua nacionalidade.

Abrir uma conta no estrangeiro não é um processo complicado, mas é burocrático e pode obrigar a algumas viagens. No entanto, esta é a melhor opção para quem vai emigrar, já que pagar taxas internacionais constantemente pode pesar muito no bolso ao fim de alguns meses.

Se pretende abrir uma conta no estrangeiro, comece por procurar o seu banco habitual. Os profissionais podem aconselhГЎ-lo sobre os passos a seguir e, em contacto com o banco de destino, ajudam-no a acelerar o processo.

Abertura de conta bancária para não residente

Bancos dificultam a abertura de conta bancário para não residentes. A dificuldade aumenta caso o brasileiro tenha um CPF com saída definitiva na Receita Federal.

Caso seja brasileiro não-residente no Brasil e queira abrir uma conta-corrente ou poupança em um banco nacional, o procedimento é mais difícil, pois a burocracia é maior. Uma das principais exigências dos bancos é que o futuro correntista tenha um endereço de residência no país, caso o CPF (Cadastro de Pessoa Física) esteja com o status de saída definitiva do Brasil, a burocracia é muito maior.

Bancos do Brasil só podem abrir contas em moeda nacional (Real Brasileiro). As instituições dificultam a abertura de conta para não residentes no país (divulgação)

CPF com saída definitiva do país – Quem é residente permanente em outro país pode continuar utilizando normalmente o sistema financeiro nacional, porém deve alterar o tipo de conta para não-residente. A maioria das instituições financeiras NÃO aceitam clientes cujo CPF esteja com essa condição. Isso acontece pois ao fazer a saída definitiva do território nacional o cidadão informa que o país de domicílio fiscal foi alterado e, portanto, não será obrigado a declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) à Receita Federal do Brasil (RFB).

A instituição tem que lidar com a burocracia de informar anualmente o saldo das contas com algumas juridições, é o caso dos Estados Unidos, por exemplo. Devido a isso muitos bancos optam por não trabalhar com clientes com domicílio tributário no exterior.

O Bradesco é um dos poucos bancos que possuem uma conta dedicada exclusivamente a não-residentes, chamada de Conta Internacional ela pode ser aberta à distância pela internet via e-mail, mas o procedimento é burocrático, pois o correntista só consegue transferir dinheiro para o Brasil, para movimentar o valor é necessário regularizar a situação da conta no Brasil em uma agência da instituição.

Bancos com abertura de conta pela internet – No Brasil a maioria das instituições já permitem a abertura de conta-corrente pela internet, dentre eles podemos citar: Banco do Brasil, Bradesco, Santander, Caixa, Itaú, Banco Original, Inter, Neon, Next, Sofisa, dentre vários outros. A maioria deles exigem um endereço em território nacional, bem como um comprovante de residência no nome do interessado. Vale a pena tentar em um banco digital, todo o procedimento é feito pela internet, geralmente via APP.

A saída definitiva do CPF na Receita Federal é a solução para brasileiros que vão morar no exterior e não querem mais declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) no Brasil.

Quem mora no exterior e recebe rendimento no Brasil pode fazer a Declaração de Saída normalmente, mas deve informar ao banco a condição de não-residente para que o domicílio fiscal seja alterado no sistema financeiro nacional. Note, porém, que a pessoa não pode ter dois domicílios fiscais para manter uma conta no Brasil como não-residente.

A declaração definitiva da Receita Federal muda a forma com que os rendimentos são tributados, no caso do rendimento oriundo de aluguéis, por exemplo, a alíquota máxima cai de 27,5% para 15%, a diferença (se houver) deve ser paga no país em que o correntista tem domícilio fiscal, lembrando que há países que não possuem acordo para evitar a bi-tributação com o Brasil.

Abertura de conta para estrangeiro no Brasil: saiba tudo

TransferWise

Para um estrangeiro que está no Brasil, abrir uma conta bancária será essencial para facilitar as tarefas do dia a dia. E sim, é possível abrir conta.

Com isso em mente, o artigo a seguir mostra várias dicas importantes para estrangeiros no Brasil (residentes e não residentes), com informações para abrir conta bancária no país, os melhores bancos para fazer isso, e as alternativas melhores tendo em conta operações internacionais.

Conta corrente para estrangeiro não residente: como abrir

Abrir a conta na condição de estrangeiro pode ser um procedimento um pouco mais complexo do que sendo nacional, pois a documentação pedida pode ser maior.

Sendo um estrangeiro não residente, a situação fica ainda mais difícil, já que, dentre os bancos tradicionais brasileiros, a grande maioria não aceita a abertura de conta por estrangeiros não-residentes.

Dentre os bancos mais conhecidos no Brasil (Caixa Econômica Federal, Itáu, Banco do Brasil, Santander e Bradesco), o Bradesco é um dos poucos que possibilita a abertura de conta para estrangeiros não residentes no país: trata-se da “Conta Internacional”.

Documentos necessários para estrangeiro abrir conta no Brasil

O procedimento adotado pelo Banco do Brasil¹ é comum, e não deverá variar muito para abrir conta em banco sendo estrangeiro. Ele vai demandar a apresentação dos seguintes documentos:

  • CPF (Cadastro de Pessoas Físicas)
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda
  • Visto de residência permanente ou temporário
  • Documento de Identificação – passaporte ou Carteira Nacional de Estrangeiro (caso a CNE ainda não houver sido emitida, basta apresentar o comprovante de requisição)

Estrangeiro pode abrir conta poupança no Brasil?

Apresentando a documentação completa e cumprindo os requisitos do banco (referentes à análise do seu histórico como consumidor e à inexistência de dívidas), não há diferença entre abrir conta corrente ou conta poupança.

Portanto, basta que você pesquise as vantagens e condições de cada uma e escolha qual lhe for mais interessante.

Abrir conta online de forma rápida e gratuita

Se você busca uma conta que lhe possibilite gerir sua vida financeira sem custos de abertura ou manutenção, a TransferWise é uma boa opção. Você pode ter conta multimoeda gratuita, e sua abertura – feita online – pode ser feita com residência no Brasil. No entanto, para receber seu cartão, você precisa indicar seu endereço na Europa ou Estados Unidos.

Com a conta multimoeda, você também ganha dados bancários no Reino Unido, na Europa, nos EUA, na Austrália e Nova Zelândia, o que permite que você realize transações internas e a custo local nesses lugares.

É importante ressaltar que a TransferWise não se trata de um banco, mas sim de uma plataforma digital que atualmente conta com mais de 4 milhões de usuários ao redor do mundo. O nível de segurança, no entanto, é tão alto quanto o de um banco.

Enviar e receber dinheiro do exterior de forma barata e simples

Se você criar seu perfil TransferWise, mesmo sem criar conta multimoeda pode enviar e receber dinheiro entre o Brasil e outros países. Veja quanto isso custa fazer com a TransferWise entre Brasil e um país da Europa:

Transferência Taxa de câmbio Custo total Recebido
R$1.000 do Brasil para a Europa Câmbio comercial, sem margem acrescida R$1.000 (inclui IOF e tarifa no total de R$26,70) €224,41
1.000€ da Europa para o Brasil Câmbio comercial, sem margem acrescida 1.000€ (inclui IOF e tarifa no total de 17,24€) R$4.260,11

Os valores da tabela foram consultados no site da TransferWise, no dia 3 de julho de 2020. Para valores atualizados, faça sua simulação aqui. O IOF incluído em ambas as transferências é de 0,38% – será de 1,1% nas transferências do Brasil ao exterior caso remetente e beneficiário sejam a mesma pessoa.

Barato

O preço oferecido é mais baixo que nos bancos. Isso acontece devido a dois motivos: primeiro, o dinheiro é convertido com o câmbio comercial e sem margem acrescida (diferente da maioria dos operadores de câmbio). Depois, cada transferência é feita através de operações locais, tanto no momento em que você paga a transferência online, como no momento em que o beneficiário recebe o dinheiro na conta.

Seguro

A TransferWise é regulada pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA), do Reino Unido, e suas operações são autorizadas nos países onde atua. No caso do Brasil, as remessas são declaradas ao Banco Central. Além disso, todos os dados dos usuários são criptografados.

Simples

Para criar a sua conta TransferWise e enviar dinheiro, o processo é simples:

  1. Crie sua conta no site ou no aplicativo
  2. Indique o valor que será enviado e confira os custos da operação (neste momento já serão informados todos os valores – sem nenhuma surpresa desagradável reservada para o final)
  3. Informe os dados bancários do beneficiário
  4. Confirme a operação e realize o pagamento (no Brasil, é possível pagar via boleto ou TED. Na Europa, estão disponíveis a opção de pagar com o cartão ou por transferência bancária)

E está feito! Muitas transferências são feitas em apenas algumas horas, mas dependendo do destino e da forma de pagamento, o dinheiro pode levar até 3 dias úteis para chegar na conta bancária de destino.

Esta publicação foi redigida com o intuito de fornecer informações gerais, sem a pretensão de abranger todos os aspetos do tema em questão. Ela não se destina a fornecer orientação financeira. Você deverá procurar aconselhamento profissional e/ou especializado antes de tomar qualquer ação baseada no conteúdo deste artigo. A informação da publicação não constitui parecer legal, fiscal ou de qualquer outra índole profissional por parte da TransferWise Ltda e seus parceiros. Resultados anteriores não garantem efeitos similares no futuro. Não garantimos de forma explícita ou implícita que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Like this post? Please share to your friends:
Investimento em opções binárias
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: