Quais são as definições de negociação binária

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Investimentos e Reviews

“O futuro pertence aqueles que vêm as oportunidades, antes que elas sejam obvias” John Sculley

Negociar em opções binárias. Quais as vantagens.

. tudo o que necessita saber sobre esta recente ferramenta de negociação.

Cada mercado tem suas vantagens e desvantagens, mas alguns oferecem opções de investimento que nos permitem ganhar muito mais do que perder. As opções binárias são uma dessas ferramentas. Há muitas características que diferenciam as opções binárias de outros investimentos , por isso vou aqui tentar explicar-lhes ao pormenor o que tanto as diferencia e as suas reais vantagens.

As opções binárias são também conhecidas como opções “Tudo ou Nada”, opções Digitais ou opções de Retorno Fixo ou “FROS” .

Em 2007, a Option Clearing House Corporation introduziu uma norma que permitiria a utilização de opções binárias. Essa norma depois de analisada e discutida, foi aprovada e autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários em 2008 . Finalmente em Abril desse ano, um mês histórico para esta nova solução de investimento, o American Stock Exchange decidiu incorporá-las no mercado das divisas (Forex) , dando-lhes o nome pelo qual hoje são conhecidas, opções binárias.

Negociar com opções binárias é adivinhar qual será o comportamento de um activo . Não tem que comprar as acções, ou negociar com divisas. É uma maneira simples e eficiente de investir no mercado financeiro com um orçamento pequeno e competências básicas para a negociação, o que também beneficia o investidor mais experiente.

Para negociar opções binárias, o investidor deve escolher o activo subjacente, o tempo de expiração e a direcção que prevê ser a acertada no movimento do preço desse activo. O activo subjacente pode ser um índice (por exemplo, Nasdaq), matérias-primas (petróleo), par de divisas que também é conhecido como moeda (por exemplo, EUR / USD) ou valor (por exemplo a Apple).

O tempo de expiração para a opção binária acontece após a conclusão do contrato e pode ser no fim da próxima hora, ou no final do dia, semana ou mês. O investidor deve levar em conta a direcção em que ele acredita que o activo é movido . Se ele acha que vai subir, então vai comprar uma opção de compra. Se ele pensa que vai descer, então compra uma opção de venda.

Uma opção é considerada ” in-the-money ” se termina acima do preço de exercício de uma opção de compra ou abaixo dele numa de venda. Uma opção é considerada ” out-of-the-money ” se termina abaixo do preço de exercício de uma opção de compra ou acima dele em uma opção de venda.

Quando você negoceia opções binárias, obtêm um lucro de 65-71% para as opções que expiram ” in-the-money ” e é-lhe reembolsado 15% do seu investimento , para as que expiram ” out-of-the-money “.

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Considere a seguinte situação, de como pode funcionar a negociação em opções binárias:

Activo Subjacente – Nasdaq
Preço de exercício – US $ 2,164.460
Tempo de expiração – 15:30
Investimento – $ 1.000 usd
Retorno – 71%
Nível de vencimento – US $ 2,167.20

Cenário 1
Você adquire uma opção binária de compra (call). No momento em que termina às 15:30 horas, o nível de maturidade foi de US $ 2,167.20 (acima do preço de exercício) portanto, ” in-the-money “. A aposta foi ganha e o investidor receberá US $ 1,710 (100% investimento + 71% de lucro).

Cenário 2:
Você compra uma opção binária de venda (put). No momento em que termina às 15:30 horas, o nível de maturidade foi de US $ 2,167.20 (acima do preço de exercício) portanto, ” out-of-the-money “. O investidor perdeu a aposta e receberá apenas US $ 150 (15% do investimento).

Quando o investidor negocia com opções binárias, ganhando ou perdendo, recebe sempre um pagamento. Com o investimento em opções binárias disponível a cada hora, e com pagamentos até 70% do seu investimento inicial, existe uma enorme abundância de oportunidades para ganhar lucros enormes.

Existem três diferenças principais entre as opções binárias e as opções tradicionais, com as seguintes implicações:

1 – O curto prazo de expiração do contrato permite ao investidor obter um benefício imediato da sua negociação.

2 – Nas opções tradicionais o investidor paga pelo contrato (ou seja, o ponto). Posteriormente, obterá benefício ou perderá capital com base na diferença entre o nível de maturidade e o preço de exercício. Ao contrário das opções binárias, onde ambos os resultados foram estabelecidas a partir do início da negociação.

3 – O Investidor em opções binárias deve manter a sua opção até a data de vencimento. Portanto, tenha cuidado ao comprar as suas opções pois, uma vez que as adquira, não as poderá vender.

. resumindo, quais são as vantagens das opções binárias?

Benefício imediato : Enquanto algumas pessoas podem ter mais paciência do que outros, todos gostam de ganhar dinheiro rapidamente. Enquanto a maioria dos outros mercados falam em termos de dias, semanas ou meses, as opções binárias operam em intervalos de minutos ou horas. Você pode colocar uma opção binária e receber seus benefícios na hora.

Simplicidade : Quem tem alguma experiência nos mercados financeiros mundiais está familiarizado com os indicadores complexos, gráficos, análises e ferramentas que são indispensáveis á sua negociação. Se utiliza a análise fundamental e técnica no Forex sabe que é necessário muita preparação prévia, para entrar nestes mercados. Obviamente que a negociação com opções binárias também requer alguma preparação, mas é muito mais superficial que com outros instrumentos. As quantidades são irrelevantes, os números não entram na equação, é mais simples do que pode parecer. Se Colocar uma opção de compra e o preço do instrumento subir, nem que seja por um centavo, você terá o seu lucro. Por outro lado, se você fizer uma opção de venda e os preços descerem, o lucro também será seu. Não é possível obter uma ferramenta de negociação mais simples do que as opções binárias.

Flexibilidade : As opções binárias não estão limitadas a um único mercado. Você pode investir em Forex, índices, commodities, pois estão todos disponíveis no comércio de opções binárias. Portanto, se você quiser uma opção flexível, permitindo o comércio em vários mercados, as opções binárias são a sua resposta.

Transparência : Quem é que ainda não teve perdas inesperadas nos mercados? Com opções binárias não há surpresas. Você sabe quanto pode perder e quanto pode ganhar. Isso permite que mude facilmente de estratégia e de forma tranquila. Nas opções binárias, os ganhos e as percas são conhecidos antecipadamente.

Conhecimento : A negociação em opções binárias permite-lhe operar e conhecer diferentes mercados, com um mínimo risco financeiro. Você pode desfrutar de todos os benefícios descritos nos pontos em cima mencionados, e também aproveitar a negociação em opções binárias como formação.

As opções binárias são a ferramenta de negociação perfeita do século XXI . Elas são simples de usar, amigáveis, tecnologicamente avançadas e internacionalmente disponíveis. Eles incorporam a simplicidade das opções tradicionais com ganhos acima da média. Elas são únicas e a sua popularidade cresce entre a comunidade de investidores.

. para conhecer as caracteristicas necessárias numa plataforma de negociação em opções binárias, clique aqui .

. para ficar a conhecer os termos técnicos usados nestas plataformas de negociação, clique aqui .

. para voltar ao “ Review ” da plataforma de negociação anyoption ™ , clique aqui . . abraço, spread.

Negociação: Conceito, Diferentes Tipos e 10 Dicas Poderosas

Escrito por SBCoaching 1 de novembro de 2020, 22:44

A habilidade de negociação é essencial para alcançar objetivos pessoais e profissionais.
Ela faz parte da realidade humana e está naturalmente presente em nossas vidas, mesmo que nem todos se deem conta disso.
Negociamos para resolver diferenças, chegar a acordos e encontrar soluções, tanto em casa quanto no trabalho.
Para que haja uma negociação, é preciso que duas pessoas apresentem seus pontos de vista e encontrem um denominador comum que satisfaça ambas as partes, em um processo decisório compartilhado.
Ao contrário do que dita o senso comum, negociar não é sinônimo de pechinchar ou levar vantagem, mas de solucionar conflitos e obter desfechos satisfatórios para as disputas.
Mesmo assim, quem não se posiciona adequadamente pode perder oportunidades, dinheiro e experiências positivas.
Afinal, a vida se resume a uma sucessão de negociações, desde a escolha do filme para assistir no cinema até o fechamento de uma grande parceria entre empresas.
E mesmo que você não se considere um grande exemplo de negociador, a boa notícia é que essa habilidade pode ser aprendida e aprimorada.
Então, pronto para sua primeira aula de negociação?

Conceito de Negociação

O conceito de negociação mais básico consiste no processo de troca em que duas ou mais partes procuram chegar a um acordo mutuamente satisfatório.
Logo, a negociação é um processo de comunicação, que normalmente parte da necessidade de alinhar interesses conflituosos.
O Harvard Negotiation Project, um projeto criado pela Universidade de Harvard para orientar a resolução de conflitos, define a negociação como a busca pelo “sim” conforme méritos e princípios, sem dureza ou prejuízo para as relações.
De acordo com o livro Habilidades e Negociação (Editora Schoba, 2020), a palavra negociação vem do latim negocium, derivada de neg (não) + ocium (ócio).
Ou seja, a própria origem da palavra aponta para uma atividade difícil e trabalhosa.
De fato, não há descanso para as negociações, principalmente em um mundo competitivo, hiperconectado e globalizado.
Para lidar com diferenças entre culturas, valores e métodos, é preciso investir tempo e esforços nas estratégias de negociação.
Se antes imperava a ideia de hierarquia e autoritarismo, hoje a negociação ocupa um lugar primordial no mundo dos negócios.
Este é um ponto importante: a negociação requer um relacionamento entre pessoas, ou seja, ambos os lados devem ter a chance de influenciar, persuadir e modificar as ideias do outro.
Quando as posições já estão definidas como opostas não há chance de diálogo e, portanto, nenhum tipo de negociação.
É por isso que a maioria das negociações parte de objetivos similares, apesar das divergências de interesses e visões.
É o exemplo clássico do negócio entre vendedor e comprador: um quer vender e o outro quer comprar.
Logo, os dois lados convergem no objetivo, mas divergem a respeito do valor justo do produto ou serviço.
Nesse caso, basta discutir o melhor valor para ambos, baseado nos argumentos do vendedor para aumentar o preço e do comprador para reduzi-lo.
Dessa forma, ampliamos o conceito de negociação incluindo alguns princípios básicos:

  • Negociar é um processo de comunicação com uma sequência lógica de etapas
  • Não existe negociação isolada, somente no relacionamento entre as partes
  • O acordo pode ser obtido no consentimento mútuo, dominação ou manipulação
  • Ambos devem terminar a negociação conscientes de que foram ouvidos
  • Conflitos, antagonismos e divergências são normais e esperados ao negociar
  • Toda negociação busca alcançar objetivos que satisfaçam os envolvidos.

Com essas premissas em mente, vamos aprofundar nosso estudo.

Tipos de Negociação

Existem vários tipos de negociação que se adequam a diversas situações, mas vamos focar naqueles que mais influenciam as transações corporativas.
O processo básico negociação passa pelo planejamento, apresentação de proposta e argumentação.
Na hora de discutir a melhor solução para ambas as partes, há três opções de negociação:

Negociação Distributiva

A negociação distributiva, como o próprio nome sugere, distribui os valores do que está sendo negociado entre as partes.
Muitas vezes, para que um lado ganhe mais, o outro precisa ganhar menos, por se tratar de negociações que envolvem somas e ativos fixos.

Negociação Integrativa

Já a negociação integrativa permite a ampliação de valor para ambos os participantes, melhorando os resultados de todos ao final do processo.
É o famoso “ganha-ganha”, em que é possível gerar lucros mútuos sem a necessidade de uma competição acirrada.

Negociação Criativa

O terceiro tipo é a negociação criativa, que vai além da cooperação integrativa para encontrar soluções inovadoras para ambas as partes.
Nesse caso, os participantes costumam estar abertos e em clima amigável, dispostos a ouvir os interesses de cada um e buscar ideias criativas para a satisfação plena de todos.

O que é a arte da negociação? E como ela é usada no processo de vendas?

A negociação pode ser chamada de arte porque envolve certa dose de sensibilidade combinada ao conhecimento técnico, além de um jogo de cintura excepcional.
No entanto, é mais coerente falar em uma “ciência da negociação”, uma vez que boa parte das técnicas pode ser praticada e desenvolvida.
Ou seja, por mais que alguns profissionais sejam reconhecidos como negociadores natos, uma estratégia bem planejada pode alcançar os mesmos resultados.
No processo de vendas, não é diferente: o vendedor deve utilizar as técnicas de negociação para fechar o negócio e satisfazer o cliente, favorecendo ambas as partes.
Mas é preciso lembrar que o consumidor do século 21 representa um desafio muito maior para as equipes de vendas.
Em matéria publicada no Meio&Mensagem, o CEO da Dom Strategy Partners Daniel Domeneghetti resume o perfil do novo cliente: empoderado, sagaz e repleto de informações ao seu dispor.
Em outras palavras, o chamado “cliente 3.0” é muito mais exigente e espera que o vendedor vá além dos clichês durante a negociação.
Logo, é preciso direcionar o processo de negociação para a nova realidade, onde os clientes comandam o mercado e são disputados por inúmeros concorrentes em múltiplos canais.
Esse cliente exige uma análise mais profunda de suas necessidades e desejos, além da elaboração de uma proposta atrativa e uma abordagem mais transparente.
Para conquistar os consumidores atuais, você vai precisar de mais do que uma boa lábia.
Então, é melhor acompanhar as próximas dicas.

10 dicas de negociação para você se tornar um ótimo negociador

Vamos ao que interessa: as 10 dicas de negociação que vão tornar você um especialista em fechar negócios.
Tome nota:

1. Procure iniciar a negociação

Tomar a iniciativa da negociação é uma forma de ter mais controle da situação e abordar o cliente conforme planejamento prévio.
Antes de começar a conversa, você já deve ter levantando informações básicas sobre o cliente-alvo, avaliando seu potencial de compra e comportamento.
Essa fase de pré-negócio é essencial para antecipar reações e definir cada passo durante o processo, tendo sempre um plano B na manga.

2. Formalize a negociação por escrito

A formalização por escrito pode ser aplicada em propostas comerciais, contratos e acordos em geral, transmitindo confiança ao interlocutor.
Tenha sempre um material preparado em um formato de texto ou apresentação, reunindo os principais pontos da negociação e soluções apresentadas.

3. Utilize a técnica do rapport

A técnica do rapport vem da Programação Neurolinguística e consiste em criar um estado de interação e proximidade com seu cliente.
Você pode estabelecer a conexão inicial por meio de algumas atitudes simples:

  • Chamar o cliente pelo nome para aumentar a familiaridade
  • Imitar discretamente alguns gestos e expressões do cliente
  • Adaptar o tom e volume de voz para se assemelhar ao do interlocutor
  • Utilizar frases e comandos positivos para maior assertividade.

4. Mantenha-se frio e calculista

Embora os clientes modernos valorizem a transparência e autenticidade, você precisa manter o controle sobre suas emoções durante toda a negociação.
Os bons negociadores equilibram a razão e a emoção, mantendo uma distância segura para controlar a situação sem transparecer ansiedade, irritação ou mesmo entusiasmo em excesso.

5. Jogue limpo na negociação – Não prometa o que não pode cumprir

O primeiro passo para a credibilidade em qualquer negociação é prometer somente aquilo que poderá cumprir – dentro das exatas condições mencionadas.
Vale lembrar que mentir para fechar negócio é crime, segundo o artigo 171 do Código Penal: “Obter vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento.”

6. Utilize o princípio PICO na preparação da negociação

O PICO é uma excelente ferramenta baseada no Método Harvard, também conhecida como negociação baseada em princípios.

O que é o princípio PICO?

O princípio PICO tem como objetivo estabelecer uma negociação amigável, eficiente e sensata, por meio dos seguintes pontos:

  • Pessoas: separe as pessoas do problema e supere o ego
  • Interesses: foque nos interesses, ao invés de tentar mudar posições
  • Critérios: conduza sua argumentação com base em padrões e critérios
  • Opções: estabeleça diversas possibilidades de acordo.

7. Faça uma Análise do campo de força da negociação

Analisar o campo de força da negociação significa mapear a situação e identificar as variáveis que atuam em favor ou contra seus objetivos.
Para isso, você deve identificar o problema, definir seus objetivos e avaliar as forças impulsionadoras e contrárias nos seguintes aspectos:

Tempo

Nas negociações comerciais, é bem possível que o tempo esteja contra você, pois sempre há um prazo limite para a conclusão do processo.
Dependendo das condições, é comum que uma das partes se aproveite de maior disponibilidade de tempo para pressionar a outra.
Por isso, é preciso ser claro no controle dessa variável.

Informação

A informação é sua maior aliada nas negociações, pois determina o quanto você está preparado para convencer e influenciar o cliente.
Para os novos consumidores, uma informação de qualidade pode ser decisiva para o sucesso do negócio.

Poder

O poder é um aspecto positivo nas negociações, já que permite que as partes utilizem autoconfiança, persistência e persuasão para realizar acordos satisfatórios.
No caso dos negócios corporativos, você deve aproveitar todos os poderes que tiver para influenciar a decisão do outro, seja o poder de especialista, poder de barganha ou poder de convencimento.

8. Tenha seu BATNA ou MAPAN definido

Você já teve dificuldades em definir seus limites e enxergar os limites do outro em uma negociação?
A solução para isso é implementar o BATNA ou MAPAN em sua empresa.

O que significa BATNA ou MAPAN?

A sigla BATNA significa Best Alternative To a Negotiated Agreement ou Melhor Alternativa Para um Acordo Negociado em português (MAPAN).
Essa ferramenta é utilizada para definir uma segunda opção caso você não consiga o que pretendia na negociação, sem acabar no prejuízo.

9. Defina sua ZOPA (Zona Possível de Acordo) antes de iniciar a negociação

Outra sigla que pode mudar suas negociações é a ZOPA: Zona Possível de Acordo.
É nessa zona que se encontram os acordos satisfatórios para ambas as partes, que deve ser explorada para gerar negócios vantajosos.
Uma das formas mais precisas de definir a ZOPA é a partir do preço de reserva, ou seja, o ponto menos favorável pelo qual você está disposto a aceitar um acordo.

10. Treine sua capacidade de persuasão

Os negociadores persuasivos utilizam informação e raciocínio para convencer seus clientes, e por isso se destacam pela capacidade argumentativa.
Para treinar seu poder de persuasão, invista na inteligência emocional, linguagem corporal assertiva e flexibilidade, além de dominar o assunto da negociação.

Como o coaching pode ajudar a ser mais persuasivo e negociar melhor?

Se você concluiu que precisa ser mais persuasivo e negociar melhor, o coaching é a solução ideal para desenvolver suas competências.
Basta pensar que muitas das técnicas apresentadas neste texto fazem parte da metodologia dos coaches, que são especialistas em despertar o negociador que há dentro de cada profissional.
Você pode escolher entre o coaching de vendas, coaching de liderança, coaching executivo e diversos outros segmentos que focam nas habilidades de negociação de alto impacto.
Em todos, você encontrará técnicas e ferramentas que reforçam capacidades essenciais para a negociação, como a comunicação, a persuasão, a liderança e a inteligência emocional.
Esses aspectos podem ser trabalhados e encarados individualmente, mas costumam se relacionar muito bem.
Quem fala de forma eloquente tende a convencer o outro com seus argumentos.
Quem tem empatia consegue compreender o interlocutor e assim dialogar com maior tranquilidade.
E, assim, muitas habilidades podem ser aprimoradas para se tornarem peças-chave da engrenagem da negociação.
Mas, muito além de ensinar estratégias, o coach conduz um processo de transformação pessoal e profissional para que você alcance seus objetivos com excelência.
Como a negociação é considerada uma arte, o coach pode transmitir as técnicas e estratégias em um processo de aprendizagem assistida, que foca no seu autoconhecimento em vez de lições convencionais.
Durante as sessões, você será incentivado com perguntas poderosas, pontos de vista inovadores e ferramentas capazes de reprogramar sua mente para o sucesso.
E, a seguir, vai descobrir como levar essa ideia ainda mais a sério.

Como se tornar um coach com a SBCoaching

Existem mais de 53 mil coaches em atividade em todo o mundo, conforme o estudo mais recente sobre o tema, ICF Global Coaching Study, de 2020, da Federação Internacional de Coaching.
Então, se você chegou até aqui inspirado para se tornar um coach, é bom conhecer o melhor caminho para se destacar na área.
Os cursos da Sociedade Brasileira de Coaching são o passaporte ideal para o mundo do coaching, uma carreira promissora que cresce a cada ano e eleva a performance humana à potência máxima.
Referência nacional e internacional, a SBCoaching já formou mais de 35 mil coaches e atendeu a mais de 3 mil empresas.
A empresa oferece diversos cursos para quem quer conhecer as técnicas e ferramentas que norteiam o desenvolvimento pessoal e profissional.
Muitos desses treinamentos contam com referências e recursos importantes para a negociação.
Mas, para reforçar ao máximo essa competência, você pode se sair melhor como coach executivo, coach de carreira ou líder coach.
Por isso, confira os programas de formação e treinamentos e dê o primeiro passo para um futuro transformador.

Conclusão

A negociação, como tantas outras competências humanas, funciona como um músculo: deve ser exercitada para se fortalecer a cada dia.
Como vimos, muitos aspectos da negociação podem ser aprendidos, mas a mudança de comportamento é essencial para se tornar um grande negociador.
Você pode ler livros, fazer cursos e treinamentos, assinar conteúdos sobre negócios, trocar experiências e várias outras medidas que vão ampliar sua capacidade negociadora.
Mas como diz o diretor de negociação executiva G. Richard Shell, a negociação efetiva é 10% técnica e 90% atitude.
E se você quer mudar de atitude, a palavra-chave é coaching.
Com essa metodologia, você extrai de si as melhores respostas para os problemas do cotidiano e, assim, se cerca de informações para encarar as situações de frente, com total autonomia e independência.
Na prática, essa mentalidade positiva na negociação é reforçada quando se sabe de onde se vem e para onde se está indo.
E não é apenas na atitude que o coaching ajuda.
Essa abordagem reforça a capacidade de negociação por desenvolver as seguintes habilidades e competências:

Assim, com um leque amplo de ferramentas e técnicas para impulsionar resultados, você terá desfechos mais positivos para quaisquer impasses que encontrar ao longo de sua jornada.
Gostou das dicas sobre negociação?
Quais delas você já utilizou?
Deixe um comentário e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.

Processo de Negociação: Conheça as etapas de uma boa negociação

Não há mágica ou mistério para as negociações ou para o que torna alguém um grande negociador. Toda vez que você negocia, precisa fazer escolhas que determinam se você terá êxito ou não. Para obter os melhores resultados, você precisa entender os passos envolvidos no processo de negociação.

Sempre aborde suas negociações como um conjunto claro de estratégias que podem orientá-lo desde o planejamento até o fechamento. Existem etapas e práticas que funcionam de forma consistente em qualquer negociação. A seguir, confira quais são elas!

Características de Negociação

De forma simplificada, a negociação é um método pelo qual as pessoas resolvem as diferenças. É um processo pelo qual o compromisso ou acordo é alcançado, evitando discussões e disputas. Em qualquer desacordo, os indivíduos compreensivelmente visam atingir o melhor resultado possível para sua posição (ou talvez uma organização que representem).

Existem certas características do processo de negociação:

(i) Há um mínimo de duas partes presentes em qualquer negociação.

(ii) Ambas as partes têm objetivos predeterminados que desejam alcançar.

(iii) Há um choque de metas pré-determinadas, ou seja, algumas das metas pré-determinadas não são compartilhadas por ambas as partes.

(iv) Existe uma expectativa de resultado por ambas as partes em qualquer negociação.

(v) Ambas as partes acreditam que o resultado da negociação é satisfatório.

(vi) Ambas as partes estão dispostas a comprometer, isto é, modificar sua posição.

(vii) A incompatibilidade de objetivos pode dificultar a modificação de posições.

(viii) As partes entendem o objetivo da negociação.

Etapas do processo de negociação

O processo de negociação pode essencialmente ser entendido como um processo de quatro etapas. Os quatro estágios do processo de negociação são preparação, abertura, barganha e fechamento.

Etapa 1: preparação

A preparação é fundamental para o sucesso do processo de negociação. Estar bem preparado gera confiança e dá uma vantagem ao negociador. A preparação envolve as seguintes atividades:

(i) Coleta de Informações: É preciso aprender o máximo possível sobre o problema e verificar quais informações são necessárias do outro lado. Compreender claramente as questões envolvidas também é necessário.

(ii) Avaliação de alavancagem: A avaliação da alavancagem de uma pessoa e a alavancagem da outra parte no início é importante porque pode haver uma série de coisas que uma pessoa pode fazer para melhorar sua alavancagem ou diminuir a alavancagem da outra parte.

(iii) Entenda as pessoas envolvidas: É importante conhecer as pessoas com quem a negociação deve ocorrer. A compreensão de seus objetivos, papéis e questões suscetíveis de serem levantadas por elas facilitará o melhor tratamento da situação durante o processo de negociação.

(iv) Rapport: É útil estabelecer um relacionamento com o oponente durante os estágios iniciais, isto é, antes do início do processo de barganha. Em seguida, pode-se determinar desde cedo como o oponente será cooperativo.

(v) Conheça os seus objetivos: A clareza dos objetivos é absolutamente essencial. É preciso decidir antecipadamente quanto você está disposto a conceder ao oponente e quais são suas prioridades. Todos os argumentos e justificativas devem estar prontos.

(vi) Tipo de negociação: Antecipar o tipo de negociação esperado, isto é, averiguar se será altamente competitivo, cooperativo ou algo incomum; se a negociação será cara a cara, através de um mediador, ou de alguma outra forma.

(vii) Plano: Decidir sobre a abordagem de negociação e planejar adequadamente o processo de negociação.

Estágio 2: Fase de abertura e troca de informações

Aqui os dois lados ficam cara a cara. Cada parte tenta causar uma impressão no outro lado e influencia seu pensamento na primeira oportunidade. Psicologicamente, esta fase é importante porque define o tom da negociação em grande medida. Envolve as partes negociadoras apresentando seu caso para o outro. Quando essa rodada de negociação iniciar, extraia do seu cliente os principais problemas pelos quais ele passa para que você possa argumentar de forma mais assertiva sobre os benefícios que o seu produto pode lhe trazer.

Etapa 3: Fase de Negociação

A fase de barganha envolve aproximar-se do objetivo que você pretendia alcançar quando iniciou a negociação. Nesta fase, a estratégia básica é convencer o outro lado da adequação de suas demandas e persuadir a outra parte a ceder a essas demandas. Para isso, é preciso ser lógico na abordagem de uma pessoa e estruturar argumentos claramente planejados. Crie uma estratégia para que ele entenda que a solução que você tem é a mais apropriada.

Estágio 4: Fase de encerramento

Essa é a quarta e última das fases do processo de negociação. Após usar todas as suas técnicas de negociação e argumentação, o cliente topou fechar o negócio e vai negociar por melhores preços, melhores condições de pagamento e outras vantagens.

Entenda a sua relação com este cliente para aceitar algumas imposições ou não. Esta venda em questão poderá render vendas futuras? Vale, neste momento, sacrificar um pouco a sua margem pensando em benefícios futuros? A fase final de uma negociação representa a oportunidade de capitalizar todo o trabalho realizado nas fases anteriores. A pesquisa que foi feita na fase de preparação, combinada com todas as informações obtidas, é útil na fase final.

Envolve também a vedação do acordo em que ambas as partes formalizam o acordo em um contrato por escrito ou carta de intenções. Revisar a negociação é tão importante quanto o próprio processo de negociação e para o sucesso de negociações futuras. Como disse Dale Carnegie: “Se você foi bem-sucedido, pergunte a si mesmo por que, e tente repetir a ação. Se você fracassou, pergunte a si mesmo por que, e aprenda com a experiência.”

Bem, saber os estágios do processo de negociação é importante porque se você sabe como lidar com essa etapa, isso automaticamente lhe dará uma grande vantagem competitiva frente seu “competidor”. Portanto, é vital que você entenda em todos os momentos em que etapa está neste processo de negociação.

Além disso, a negociação assume cada vez mais importância no meio empresarial e diversos profissionais se tornaram experts no assunto, reunindo conhecimentos adquiridos em cursos e na prática. Vender para pessoas que estão tão bem preparadas exige que você também demonstre que tem a aptidão necessária para fazer a negociação.

Embora muitas negociações sejam simples, algumas estarão entre os desafios mais difíceis que você enfrentará. Nesses casos, seu sucesso dependerá do planejamento e preparação contínua. Por isso, se você deseja se aprofundar no assunto e aprimorar suas habilidades para negociar e influenciar as pessoas, conte sempre com os treinamentos desenvolvidos pela Dale Carnegie para ajudá-lo a conquistar seus objetivos.

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Like this post? Please share to your friends:
Investimento em opções binárias
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: