Vendendo opções de venda antes do vencimento

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Opções: Risco nas opções de venda

O risco para quem vende uma opção é muito maior do que o risco de quem compra. Quem vende uma opção busca lucrar com o valor do prêmio e espera não ser exercido pelo titular (comprador), pois se este resolver exercer o seu direito, o vendedor tem a obrigação de cumprir com a sua parte no acordo.

No mercado de opções, o vendedor está sempre especulando, seja vendendo uma opção de compra, seja vendendo uma opção de venda. O vendedor aposta que o mercado seguirá determinada tendência e recebe em troca um pequeno valor de prêmio. O problema é que em troca deste pequeno prêmio, o vendedor assume o risco de assumir uma grande obrigação. O risco do vendedor está atrelado à negociação do ativo-objeto em uma condição de mercado contrária à sua aposta inicial. O valor de negociação do ativo-objeto é sempre muito maior do que o valor prêmio recebido.

Qual o risco para quem vende uma opção de compra?

Quem vende uma opção de compra recebe no ato da transação um valor monetário (prêmio), porém assume a obrigação de vender o ativo-objeto do contrato para o investidor que adquiriu a opção. O vendedor (lançador) da opção aposta que a cotação do ativo-objeto no mercado irá se desvalorizar durante o prazo de vigência deste contrato.

O risco reside exatamente neste ponto: a cotação do ativo-objeto da opção pode valorizar-se até a data de vencimento do contrato. Caso isso ocorra, será muito provável que o titular da opção exerça o seu direito de compra do ativo-objeto.

O problema é que esta transação ocorrerá em um momento de mercado desfavorável ao vendedor. O vendedor apostou na queda da cotação do ativo-objeto e aceitou assumir a obrigação de vendê-lo ao comprador, recebendo um valor pré-determinado, independente de sua cotação de mercado. O vendedor terá que vender os ativos de sua propriedade, recebendo em troca, um valor muito menor do que se vendesse diretamente ao mercado.

Para livrar-se de tal obrigação, o vendedor teria que comprar opções da mesma série dos contratos que vendeu no mercado, entretanto, diante de tal cenário de alta do ativo-objeto, pagaria um valor de prêmio muito maior do que o valor que recebeu anteriormente.

Lembre-se que no caso da opção de compra, o titular da opção não precisa esperar até o dia do vencimento para exercer o seu direito.

Exemplo

Digamos que a ação do banco Bradesco esteja sendo cotada a R$ 30,00 em 1 de Agosto e a opção de compra desta ação, com preço de exercício de R$ 32,00 e vencimento em 22 de Agosto, esteja sendo negociada a R$ 0,96 (prêmio). Opções são sempre negociadas em lotes de 100 contratos, portanto ao vender um lote dessas opções você receberia R$ 96,00 (= 100 x R$ 0,96). Este valor não considera a tributação de imposto de renda obrigatória.

Após duas semanas, a ação passou a ser cotada a R$ 34,00. Como a cotação da ação ultrapassou o preço de exercício da opção (R$ 32,00), esta também se valorizou e passou a ser negociada a R$ 2,85. O lote de opções passou a valer R$ 285,00 (= 100 x R$ 2,85). Isso representa um prejuízo de quase 200% em apenas 2 semanas, contra uma valorização pouco maior de 10% da ação.

Faltando poucos dias para a data de vencimento das opções de Agosto, dificilmente este cenário será revertido. Dificilmente o titular da opção deixará de exercer o seu direito de compra, uma vez que este poderá comprar as ações de Bradesco à R$ 32,00 e revendê-las à R$ 34,00. Neste caso, o vendedor tem apenas duas alternativas: comprar a mesma quantidade de BBDCH32 no mercado, pagando um valor muito maior do que recebeu por vendê-las anteriormente (R$ 285,00 x R$ 96,00 = Prejuízo de R$ 189,00); ou vender as suas ações por R$ 32,00 cada (total = R$ 3.200,00), quando poderia estar vendendo diretamente ao mercado por R$ 34,00 (total = R$ 3.400,00).

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

O risco do vendedor poderia ser muito maior caso este não possuísse os ativos objeto. Este é o caso da venda à descoberto de opções de compra, quando o investidor recebe o valor do prêmio em troca de uma obrigação de vender ativos que não detém. Utilizando o exemplo acima, para receber um prêmio de R$ 96,00, o vendedor assumiu um risco de mais de R$ 32.000,00.

Qual o risco para quem vende uma opção de venda?

Quem vende uma opção de venda recebe no ato da transação um valor monetário (prêmio), porém assume a obrigação de comprar o ativo-objeto do investidor que adquiriu a opção. O vendedor (lançador) da opção aposta que a cotação do ativo-objeto no mercado irá se valorizar durante o prazo de vigência deste contrato.

O risco reside exatamente neste ponto: a cotação do ativo-objeto da opção pode desvalorizar-se até a data de vencimento do contrato. Caso isso ocorra, será muito provável que o titular da opção exerça o seu direito de venda do ativo-objeto.

O problema é que esta transação ocorrerá em um momento de mercado desfavorável ao vendedor. O vendedor apostou na alta da cotação do ativo-objeto e aceitou assumir a obrigação de comprá-lo do comprador, pagando um valor pré-determinado, independente de sua cotação de mercado. O vendedor terá que pagar um valor muito maior do que se comprasse diretamente do mercado.

Para livrar-se de tal obrigação, o vendedor teria que comprar opções da mesma série dos contratos que vendeu no mercado, entretanto, diante de tal cenário de baixa do ativo-objeto, pagaria um valor de prêmio muito maior do que o valor que recebeu anteriormente.

Lembre-se que no caso da opção de venda, o titular da opção precisa esperar até o dia do vencimento para exercer o seu direito.

Exemplo

Digamos que a ação do banco Bradesco esteja sendo cotada a R$ 30,00 em 1 de Agosto e a opção de venda desta ação, com preço de exercício de R$ 28,00 e vencimento em 22 de Agosto, esteja sendo negociada a R$ 0,80 (prêmio). Opções são sempre negociadas em lotes de 100 contratos, portanto, ao vender um lote dessas opções você receberia R$ 80,00 (= 100 x R$ 0,80). Este valor não considera a tributação de imposto de renda obrigatória.

Após duas semanas, a ação passou a ser cotada a R$ 26,00. Como a cotação da ação englobou o preço de exercício da opção (R$ 28,00), esta se valorizou e passou a ser negociada a R$ 2,75. O lote de opções passou a valer R$ 275,00 (= 100 x R$ 2,75). Isso representa um prejuízo de quase 250% em apenas 2 semanas.

Faltando poucos dias para a data de vencimento das opções de Agosto, dificilmente este cenário será revertido. Recomprando a opção de venda no mercado, o investidor pagará R$ 275,00 contra os R$ 80,00 recebidos anteriormente. Se decidir aguardar por uma melhora do cenário até o dia do vencimento das opções, correrá o risco de ser exercido e ter que comprar as ações de Bradesco a R$ 2.800,00 (= 100 x R$ 28,00) quando poderia comprá-las diretamente do mercado pagando apenas R$ 2.600,00 (= 100 x R$ 26,00).

Opções: Data de vencimento

A data de vencimento de uma opção refere-se ao dia de expiração do contrato. Neste dia, o contrato de opção perde completamente o seu valor de mercado (“a opção vira pó”).

Todas as bolsas de valores que possuem um mercado de opções, estabelecem uma data fixa mensal para o vencimento deste tipo e contrato derivativo. No caso do Mercado Bovespa, a data de vencimento das opções acontece sempre na terceira segunda-feira de cada mês. Neste dia, a bolsa de valores também estabelece um horário limite para a negociação das opções. No Mercado BM&F, a data de vencimento das opções ocorre sempre na quarta-feira mais próxima do décimo-quinto dia de cada mês. Quando a quarta-feira mais próxima do dia 15 (quinze) for feriado, ou não houver pregão de negociação, a data de vencimento será no dia útil subsequente.

Data de Vencimento no Mercado Bovespa

A CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) estabelece mensalmente as séries de contratos de opção autorizados a serem lançados no Mercado Bovespa. Cada um destes contratos possui uma duração média de 60 (sessenta) dias e cada série de contratos de opção possui um mês específico de vencimento. Como a CBLC mensalmente autoriza o lançamento de uma nova série, conclui-se que no Mercado Bovespa vence-se uma série específica de contratos de opção todo mês. A data de vencimento das opções no Mercado Bovespa acontece sempre na terceira segunda-feira de cada mês.

Assim, durante o mês de Dezembro, a CBLC divulga os contratos de opção autorizados a serem negociados no Mercado Bovespa da série cujo vencimento ocorrerá na terceira segunda-feira do mês de Fevereiro. Da mesma forma, em Janeiro, a CBLC divulga os contratos de opção cuja data de vencimento ocorrerá na terceira segunda-feira do mês de Março. Esta mesma rotina repete-se todos os meses do ano.

Tabela das séries das opções

Mês de vencimento Série da Opção de Compra
(CALL)
Série da Opção de Venda
(PUT)
Janeiro A M
Fevereiro B N
Março C O
Abril D P
Maio E Q
Junho F R
Julho G S
Agosto H T
Setembro I U
Outubro J V
Novembro K W
Dezembro L X

Lembre-se, na BM&F Bovespa, as opções de compra normalmente são do tipo americana, podendo ser exercidas antes de sua data de vencimento, enquanto que as opções de venda são do tipo europeia, podendo ser exercidas apenas no dia estipulado para o seu vencimento.

Data de Vencimento no Mercado BM&F

No Mercado BM&F, cada contrato de opção possui uma periodicidade própria de vencimento. Esta periodicidade depende do tipo de ativo-objeto. No mês em que há vencimento de determinado contrato de opção, este ocorre na quarta-feira mais próxima do décimo-quinto dia do mês. Quando esta quarta-feira mais próxima do dia 15 (quinze) for feriado, ou não houver pregão de negociação, a data de vencimento será no dia útil subsequente.

Opções estão cada vez mais baratas duas semanas antes do vencimento; veja melhores estratégias

Mercado em acumulação traz boas oportunidades para os investidores, aponta Luiz Fernando Roxo

SÃO PAULO – O vencimento de opções sobre ações será em 21 de outubro e, com um ambiente do mercado apontando continuidade do ciclo de acumulação (que antecipam momentos de alta para ativos), várias oportunidades aparecem no mercado.

É o que aponta Luiz Fernando Roxo, gestor de investimentos, no programa “A Hora das Opções” desta segunda-feira (7), reforçando que as opções de ações estão cada vez mais baratas duas semanas antes do vencimento. Ele também mostra as melhores estratégias com “pozinhos” para investir nesse cenário.

A “estratégia dos pozinhos” consiste em se posicionar constantemente em opções bem fora do dinheiro (“out the money”), que dificilmente serão exercidas e estejam com um valor muito baixo, esperando uma valorização bastante considerável e gerando retornos expressivos.

A operação pode ocorrer tanto com put (opção de venda) ou call (opção de compra), vendendo-as após uma forte alta nos preços. Se isso não acontecer, elas “viram pó”, perdendo totalmente o seu valor.

A opção é um derivativo negociado na Bolsa de Valores. E como qualquer derivativo, seu preço “deriva” da oscilação do ativo ao qual ela se lastreia – no caso de uma opção de ação, o contrato varia de acordo com as oscilações desta ação na Bovespa.

Quem compra uma opção está adquirindo o “direito” de comprar ou vender alguma ação; já quem vende a opção tem a obrigação de atender a exigência daquele que comprou o contrato.

Ou seja: se você vendeu uma opção de compra e essa opção for exercida, você terá que vender essa ação ao detentor da opção pelo preço estabelecido; se você vendeu uma opção de venda e ela for exercida, você terá que comprar esta ação ao preço estabelecido.

Existem dois tipos de opções: de compra (call) e de venda (put). Quando um investidor compra uma “call”, ele está adquirindo o direito de comprar uma determinada ação a um preço já estabelecido (que é preço de exercício, ou “strike”) até um dia de vencimento já firmado. Para o investidor que compra uma “put”, ele está adquirindo o direito de vender uma ação até um dia determinado a um valor já estabelecido.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • BINOMO
    BINOMO

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FINMAX
    FINMAX

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Like this post? Please share to your friends:
Investimento em opções binárias
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: